Gosto-te

Adoro a forma como abraças a chávena com as palmas da mão
como a deslizas pelo ar e a fazes durar eterna e quente
e como a meio do trajecto
páras
e te fazes séria e me olhas
e tudo se imobiliza
a chávena
os olhos
as palmas da mão
e todos os pensamentos do mundo
e todas as palavras do mundo
estão ali

___________suspensas

e retomas a chávena e retomas o tempo
e o mundo volta a girar
Adoro a forma como me abraças
eu nas palmas da tua mão
nas palmas do teu corpo
e dizes que tudo está bem
sem no entanto haver palavra
Adoro a forma como
__________mesmo quando não estás
__________e toda a distância em terra nos separa
me embalas nos teus caracóis
e me sussuras a lembrança
do teu aroma morango
do teu carinho tangerina
do teu calor só teu

E adoro sobretudo
a forma como tudo de ti desliza
como tudo em ti me acolhe
e como tudo surge natural
como se fosse natural respirar-te

Sei que ainda não reparaste
mas devo dizer-te que
na tua presença
os meus pés flutuam cinco centímetros
acima do chão
e que adoro a forma como abraças a chávena
com as palmas da mão.

4 comentários:

karmatoon disse...

Tonto...!

brUno disse...

Apesar da pieguice exacerbada da foto a ilustrá-lo, este texto está lindíssimo!
Parabéns, companheiro! Não te sabia poeta... :)

Paulo Viana disse...

quanto aquele assunto, n consegui ver o arquivo... tv seja por o meu pc ter a idade do soares, e como tal querer fazer mais do que o q pode... é claro que imagino pk motivo o programa foi cancelado... mas se tiveres disposto a fazer 1 asneira e dar uma espreita ao meu blog, podes ver o q eu penso acerca do canal q na altura liderava as audiências... infelizmente neste país é assim, e em televisão o que interessa são resultados não é? abraço (tas no meu top5)

Charlotte disse...

simples e simplesmente lindo. parabéns.