A minha idolatria é maior que a tua


Esqueçam o aeroporto ou o novo hipermercado da vossa freguesia, a maior obra de construção civil de Portugal já está em marcha e fica em Leiria. O novo santuário de Fátima é um gigante que já entrou em derrapagem financeira e ultrapassa neste momento os 80 milhões de euros, o dobro do previsto inicialmente.
Não tenho nada contra lugares de culto, até costumam ser locais agradáveis e limpinhos, dignos de qualquer inspecção da ASAE, mas devo confessar que me faz alguma confusão. A mim, que sou um mero exemplar classe média, 80 milhões de euros parece-me uma batelada de dinheiro, mais do que qualquer acumulado da Árvore das Patacas...
Não que dinheiro seja um problema para a Igreja Católica Apostólica Romana: os responsáveis eclesiáticos já garantiram que a facturinha vai ser paga a pronto, com o apoio de um fundo de investimento em acções que é gerido por uma instituição bancária do norte do país. Ou seja, a Igreja não só tem uma grande bolsa como também joga nela.
A mim só me restam algumas dúvidas, especialmente quando envolvo este projecto na minha cabecinha oca com conceitos como caridade e a tão proclamada acção social da Igreja. Porque me parece que, em vez de um templo maior para adorar ídolos (isto não era pecado?), talvez estes 80 milhões de esmolas fossem um bocadinho de nada mais úteis na luta contra a pobreza, em apoio a idosos, obras sociais, reintegração de pessoas sem-abrigo, fármacos para o terceiro mundo, e mais umas centenas de possibilidades.
Mas talvez não. Afinal de contas, Deus é conhecido pelo seu gosto por decoração de interiores e consta que o novo santuário vai ter um mural gigante belíssimo com talha de ouro - e não há pobrezinho que valha mais que um bom ornamento.
Se eu gostasse de criancinhas de uma forma mais afectuosa, deveria ter ido para padre. É uma excelente carreira. Venha a nós o vosso reino.
Amén.

6 comentários:

Sofia disse...

Quando ouvi essa notícia...a minha linha de raciocínio foi igualzinha à tua...
Mas pelo menos foram sinceros numa coisa...como um dos sacerdotes afirmou: "o crente não vai ter que pagar pela obra, pois já deu o suficiente...hehe"
Pudera!!! Com os peditórios que fazem e ao preço que são as velas naquele santuário!!...
É revoltante...

Isso e a história da falsa Maddie em Marrocos...na TVI tinha 5 anos, na Sic já tinha 3...
É o que acontece quando faço zapping à hora das notícias...
A imprensa é um tesouro...deprimente...

Desculpa lá o desabafo...mas teve que ser...

Eduardo Ramos disse...

Sr. Carlos Moura!
Acabou de me estragar um belo post para o meu blog!

Brigadinho!

80 milhões... imagina a quantidade de famílias carenciadas, instituições de apoio à criança e outras obras que vivem de pequenos apoios e boa vontade,que podiam ser ajudadas e por quanto tempo.

" Não os podemos habituar mal." - deve ser o que eles pensam.

PUÁH!

Norx disse...

Uhm... 80000000€
Não se via nada tão grande e com tanta importância desde da Feijoada na Ponte Vasco da Gama!
Já agora recebi uma informação via mail de um gajo que orienta comprimidos de Viagra a 2.84 €
Isso faria, exactamente, 28,169,014 pessoas felizes... aliás
56,338,028. Sim por esta dança é para se dançar com um par.
Abraço
Vitor Pereira

Ricardo Moreira de Carvalho disse...

Gostei do seu post, fartei-me de rir!

Compreendo a sua posição, mas o facto de se ter gasto tanto dinheiro (confesso que também acho exagerado) não quer dizer que não se tenha investido outro tanto em acção social. Conheci, o ano passado, algumas acções financiadas pelo Santuário que têm vindo a receber vários milhões ao longo dos anos.

Cumprimentos e parabéns pelo blog.

Anónimo disse...

tá calado seu furry!

bunny disse...

os milhoes k alguns peregrinos la deixam..alguns friso, chegam p pagara a pronto a basilica e p mais ainda..a acçaõ social tb e feita..embora eua credito k akilo é um sonho d um unico homem : o reitos..masi nada..basta ver os olhos dele qd fala..
garanto-te e a tds k amior parte dos catolicos k conheço n aprova nem um cadinho... eu incluida!!!!