E ainda outro para as trincheiras!!!

Sem dúvida, a maré está a mudar.
Acabadinho de chegar às prateleiras das livrarias:

E passo a citar:
"Hitchens conta a história pessoal dos seus encontros perigosos com a religião e descreve a sua viagem intelectual para uma visão laica da vida, baseada na ciência e na razão, na qual o céu é substituído pela panorâmica que o telescópio Hubble nos proporciona do universo. “Deus não nos fez”, escreve ele, “Nós fizemos Deus”. Por isso, considera que a religião é uma distorção das nossas origens, da nossa natureza e dos cosmos. Prejudicamos os nossos filhos - e colocamos o nosso mundo em perigo – ao doutriná-los. “A literatura é melhor fonte de ética e o melhor espaço de reflexão do que os textos sagrados. As pessoas deviam ler George Eliot, Dostoyevsky e Proust para orientação moral”, diz. Embora se tenha casado por duas vezes, cerimónias celebradas por um padre ortodoxo e por um “rabino homossexual”, agora só quer que a religião o deixe em paz. Hitchens foi nomeado, no início de Outubro, para um National Book Award."
Christopher Eric Hitchens é um jornalista que reside nos EUA, colunista habitual de publicações como Vanity Fair, The Atlantic, The Nation, Slate, Free Inquiry e o Wall Street Journal.
Claro que vou comprar e ler; depois digo qualquer coisa.
Entretanto, saibam mais sobre o autor em www.hitchensweb.com

1 comentário:

Sof disse...

Cheira-me que a igreja católica já deixou de ter dinheiro suficiente para continuar a subornar as editoras, para a NÃO-PUBLICAÇÃO dos livros que possam de alguma forma roubar-lhes a escassa clientela...
Aqui está a bela prova disso...

E que contente que eu estou...a luzinha ao fundo do túnel, correspondente à esperança de Portugal sair do medo/marasmo está a aumentar!...ou será que já não há remédio?...

Surgem pontos de interrogação acima da minha carola...