Um grande passo para o gene, um extraordinário passo para a Humanidade

A notícia pode ter passado quase despercebida mas o dia de hoje vai ficar para a posteridade como uma das datas mais importantes na história da humanidade.

Pela primeira vez, cientistas conseguiram desenvolver totalmente em laboratório o primeiro genoma.
O próximo passo? Vida sintética, sendo que este é considerado o segundo de três passos nessa direcção.

O que aconteceu foi uma espécie de processo inverso ao da descodificação do genoma humano; agora, pelo ritmo da evolução científica a que as coisas têm andado (o 1º genoma só foi sequenciado em 1995), calcula-se que lá para 2014 já se consiga criar de raís em laboratório o primeiro genoma humano sintético.
Há muito ainda para fazer, mas Deus está cada vez mais longe dos céus e dentro dos tubos de ensaio.

Saibam mais na revista Wired. Vale a pena a leitura, quanto mais não seja para daqui a uns anos poderem dizer aos vossos netos "ainda me lembro do dia em que se conseguiu isso pela primeira vez"...

3 comentários:

Eduardo Ramos disse...

É que eu digo.
Antes de ir ler o publico, passo sempre por aqui. Há sempre uma novidade daquelas que eu gosto. Qual google qual quê?
Mouroogle!

Mas, diz-me. A vida sintética já não existia? Sempre pensei que sim, tendo em consideração... por exemplo... Michael Jackson.

Pintinho disse...

É verdade, o Carlos está sempre em cima do acontecimento.

Este é um avanço muito mais importante do que à partida possa parecer. Foi a primeira vez que se criou verdadeiramente vida sinteticamente, apesar de ser apenas com uma bactéria.

O próximo passo penso que será antes de 2014, mas é apenas uma opinião minha...

Norx disse...

Giro vai ser quando descobrirem o gene responsavél pela estupidez, burrice e afins:)
Abraços Baris!