Votem em branco

Não se abstenham. Votem. Mas votem em branco. Mesmo. Porque só isso marca uma posição. Em branco.

2 comentários:

Nuno Novo Freitas disse...

Há uns anos fui comprar mangas à frutaria do Sr. Joaquim - autor de célebres frases como 'Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa' - e ele aconselhou-me a procurar por um video no, já falecido, Sempre Em Pé de um tal 'hóme' chamado Carlos Moura.
Cheguei a casa e obedeci: aquilo que o Sr. Joaquim pede é mais que lei, é obrigatório.

Ora hoje, passado tantos anos a ver os videos aqui do Moura, fui votar e não sabia se havia de acrescentar um quadradinho com o nome do Sr. Joaquim ou com o teu. Vocês é que mereciam umas férias pela Europa, são os maiores pá!

karmatoon disse...

Marca uma de várias posições:
- Eu tenho de ir votar mas não tenho a mínima noção do que vou lá fazer;

- Isto é para quê?;

- Não confio nos senhores;

- Não acredito nos senhores;

- Não percebo nada de política;

- Vocês são feios e não me cativam nadinha...

Sempre achei perigosa esta importância que se dá ao voto em branco, nitidamente sobrevalorizado. Serve o mesmo propósito ambíguo da abstenção e tem o mesmo resultado práctico: ajuda uns partidos e beneficia outros, mesmo que não se perceba distintamente quais ao certo.