Keith Jarret



O que importa não é o que se ouve, é o que se entende.
É a linguagem universal: Keith no piano. Vale a pena ouvir.
Perdão, sentir.

3 comentários:

pedro disse...

tens toda a razão

;)

mada disse...

Há anos que me derreto com o "The Köln Concert".
Parabéns pelo bom gosto.

Carlos disse...

A primeira faixa leva-me às nuvens, por vários motivos. É excelente.