Tá quase

Assim são as coisas: sexta chega ao fim a minha colaboração com as tardes da SIC.
Amanhã ainda vou ter um programa bem diferente, fora do estúdio. Vou espreitar a casa da Senhora Dona Lady, numa visita guiada por Herman José e Sílvia Alberto.

Vai ser giro, de certeza.
Na sexta, preparem o videogravador: ando aqui a matutar numa despedida sui generis, bem ao jeito da Broadway. Apetece-me sair em festa.
Enquanto o dia não chega, entretenham-se com isto:

14 comentários:

Kgrilos disse...

è uma máquina lança imbecis, não é Carlos?

Rui Osório disse...

Antes de mais, gostaria de pedir desculpas pelos comentários ridículos que deixei no teu blog. Sou uma pessoa que carece de atenção e sem talento nenhum para a comédia. Mais vale tarde que nunca, aqui ficam as minhas humildes desculpas.

Espero que corra tudo da melhor maneira, um abraço.

Kabum disse...

hehe ta giro essa pic, teho de experimentar mas é com o meu irmao lá :p

EL Graxa disse...

Vai haver FESTA!!!!
Gostei do entretenimento...as coisas que caíram em desuso, tipo a fisga e o pião, são das coisas que mais gozo nos dá hoje em dia.

Sou uma saudosista, e como não tenho com que brincar, talvez ponha o teu plano em acção...sempre atiro umas engraxadelas!

( não te entusiasmes com a sedona lade...depilar as pernas não é fácil! )

Pecola disse...

:D Cá ficamos à espera de sexta! =o)

karmatoon disse...

Ó meu amigo, o teu regresso ao piqueno ecrã é somente uma questão de dias. Estou convencido que muito em breve vamos voltar a ver a tua imagem na TV. Quanto mais não seja através do já clássico "fugiu da casa de seus pais..."

Forte abraço na pleura.

ma disse...

Não espero que se saia de outra forma. Aliás, exijo mesmo que te honres com uma saída em festa. E uma vénia! "Stage Right", ou "Left", ou onde for mais prático. Mas em festa, sempre!

Nas férias sempre se experimenta o barquinho?

Rui Osório disse...

As explicações para esse absurdo pedido de desculpas, obviamente não postado por mim, estão no meu blog.

Inês Ramos disse...

2005/08/21 23:29 Susana Nicolau
Cassetes de vídeo que já não fazem falta em casa podem fazer felizes doentes que estão isolados na unidade de transplantes do Instituto Português de Oncologia. Uma «comédia» pode ter outro significado para uma criança que precisa de um transplante de medula.
O Instituto Português de Oncologia (IPO) está a angariar filmes VHS para os doentes da unidade de transplantes que estão em isolamento.
«São crianças e adultos que precisam de um transplante de medula e de estar ocupados durante o tempo de internamento», explica ao Portugal Diário a enfermeira responsável pela unidade, Elsa Oliveira. «Temos sete quartos nesta unidade e todos eles estão ocupados. Estas pessoas não têm defesas e, por isso, estão num ambiente protegido», explica a enfermeira, para quem esta iniciativa vai fazer com que o tempo de espera custe menos a passar. A «falta de "stocks"» torna necessária a ajuda da população:«Precisamos de filmes para as pessoas mais desfavorecidas que não têm possibilidade de os trazer. Algumas crianças trazem os seus próprios filmes e brinquedos mas depois quando têm alta levam-os», acrescenta a enfermeira.
O IPO aceita todos os géneros de filmes, mas a preferência vai para a«comédia». Numa altura menos feliz das suas vidas, «um sorriso vai fazer bem a quem passa dias inteiros numa cama de hospital». Rir é sempre um bom remédio. As cassetes de vídeo ou DVD's antigos podem ser enviadas para:
Instituto Português de Oncologia
Rua Professor Lima Basto 1093
Lisboa Codex
Telefone: 21 7229800
Não fiquem à espera do Natal para serem caridosos. Enviem a vossa velha colecção de filmes VHS do Eddie Murphy, do Ben Stiller e do Owen Wilson, JÁ! Eu já enviei o «Zoolander»... A cassete custou 99 centimos no Continente... E de repente dei comigo a pensar:
Custa tão pouco fazer uma criança feliz.

Rui Osório disse...

O pedido de desculpas não é absurdo, eu é que sou.

Anónimo disse...

...acho é que há pessoas capazes de tudo para chamarem atenção. Há coisas tão óbvias...

Carlos, quanto ao último dia espero que te divirtas e que passes os limites permitidos por lei. De vez em quando sabe tão bem...

Sou toda boa

Johny disse...

Ui ui... Isto é que vai ser!
Vou montar uma coisa destas à porta de casa.

Os gajos das vendas de porta em porta vão ter uma surpresa! >D

Alcómicos disse...

Parabéns por estes dias como apresentador. Estiveste bem, espero que um dia acabem todos os tachos, para que as pessoas com real valor tenham oportunidades. Enfim...
Um abraço
RSC

Anónimo disse...

Companheiro,
como nos costumamos chamar por estes lados, sabes como foi um prazer, felizmente repetível, trabalhar contigo nesta guerra diária.
Existem inúmeras coisas a dizer em teu abono, mas sinceramente a mais importante foi a de teres plena consciência do importante que era o teu papel para concretizar no ar o esforço inteiro duma equipa.
Falhámos imensas coisas acertámos outras, mas sempre no plural.
E do primeiro ao último programa vi-te sempre a tentar arranjar formas de te melhorar a ti e ao formato.
O respeito que mostraste pelo programa que fizeste foi o respeito que tens por nós e pelo nosso esforço. E isso companheiro, e termino, faz de ti um profissional sério e exemplar.
O resto é uma amizade cheia de afinidades, de filmes, de piadas, de textos.
Mas isso é uma coisa privada.
Abraços Carlos,
Até já,
Pedro Goulão