Ainda há esperança...

...porque o Júlio dos Caracóis reabriu e os pratinhos já saem, fumegantes, da cozinha.

Para quem não sabe, o caracol é um molusco gastrópode de concha espiralada calcária, pertencente à família Helicidae. São animais terrestres com ampla distribuição ambiental e geográfica. Os caracóis são terrestres e respiram através de um pulmão.
Se quiserem arriscar em casa, a receita-base é:
Ingredientes:
2l de caracóis
1/2dl de leite
4 dentes de alho
1 folha de louro
Orégãos
Sal e pimenta
Preparação:
Os caracóis devem ser lavados abundantemente até não deitarem qualquer sujidade. De seguida, coloque-os a cozer em água com o sal, a pimenta, o leite, o louro e os alhos que devem ser cortados a meio. Deixe cozer sempre em lume brando para que o caracol saia o mais possível.
Observações:
Uma sugestão que torna os caracóis ainda mais saborosos poderá ser colocar presunto ou paio na água de cozedura.


Eu cá prefiro ir ao tasco do Julinho, com uma prévia passagem no restaurante da frente e uma investida na graúda caracoleta. Ranhosamente bom!

5 comentários:

André Silva disse...

No café paris a meio da tarde,levamos um panelão deles e enchemos a barriguinha. foi bom, muito bom...

Fia disse...

Uma palavra para ti: YACKkkk...

Carlos disse...

Eheheheheeh.... ou se ama ou se odeia :D

bazulinha disse...

Muito obrigada ãh, ó amigo!

Ass: Caracol-(por enquanto)-às-risquinhas-que-come-relva-extremamente-satisfeito-num-jardim- junto-da-piscina-do-CIBIO-em-Vila-do-Conde

at disse...

Nota:

na receita, e para apurar o paladar, devem utilizar-se os pauzinhos secos, em vez das folhas dos oregãos.

Acompanha bem com cervejinha fresca e fatias de pão regional (quanto mais escuro melhor).