Sabes que estás a ficar velho...

...quando o melhor sistema de gravação que existia quando começaste a fazer rádio era este:

Ah, que saudades de trabalhar com um Revox, quando a noção de "gravação digital" era "meter o dedo na fita"...

3 comentários:

SirAlex disse...

Pois é bons tempos.
Dávamos tudo para poder meter a mão num bicho desses, Revox 4 pistas de gravação.(modelo da imagem só tem 2) Se fossem duas maquinas sincronizadas eh, então era lindo.
Muitas bandas gravaram discos só com 8 pistas.

Norx disse...

Bolas! Sinto-me um teenager junto de voçês, a passear o meu walkman!
Mas a verdade seja dita, também não vou para novo...
Passei muitas tardes a jogar no spectron 48K
e mais tarde no 128k+...
Poderam dizer "grande coisa!!!" mas para mim é...
Malditos os nascido na decada de 90.
90's foram para se viver, não para se nascer.
Abraço cheios de vitaminas!

Joaquim disse...

Belas máquinas! Ainda cheguei a trabalhar com um exemplar igual ao da fotografia. Estava no estúdio de gravação. Na emissão tinha umas ainda mais modernaças: o contador era digital. Adorava quando "prendia" a fita e carregava no FFWD ou RWD. Recordas-te do "fiiiififififiifi"? Ah, dizer ainda que existem várias maravilhas da arqueologia radiofónica em exposição no hall de entrada da rádio onde trabalho (Altitude FM, na Guarda). Dá para lhes tirar as medidas na página da Internet da rádio (altitude.fm). Só que, claro, estão INOP (como os Bombeiros de Favaios...)