A história tem destas coisas...

Há 22 anos, no jornal francês Le Point, (que agora é uma revista) surgia esta publicidade:

Qual Nostradamus da imprensa, o criativo que fez isto estava realmente muito à frente no tempo...

2 comentários:

O Casulo disse...

incrível!!
nem a grande Maya conseguia uma proeza destas!

Anónimo disse...

Ó meus amigos... isto é apenas um exercício de sombras chinesas, não há qualquer premonição nem qualquer treta do género. Além do mais, há 20 anos já se sabia que o tio Sam não ia aprender nada com o 11 de Setembro (admira-me como, hoje, muitos ainda não se deram conta que ele é mesmo burro). Eu propunha o Bush para aulas de apoio de NEE - necessidades educativas especiais (sem ofensa a quem as tem).

Um abraço.